Cinco afirmações que toda mãe que amamenta já ouviu

Publicado em 15 de agosto de 2019 por

1) O bebê está realmente com fome de novo?
Ninguém sabe melhor o momento de amamentar seu bebê como você mesma. Os pequenos dão pistas de que estão com fome e você saberá lê-las perfeitamente. Não se preocupe com os palpites alheios.

2) Seu filho não é um pouco grandinho para ser amamentado no peito?
A conexão entre a mãe e o bebê é única e o tempo que você desejar amamentar o seu bebê é uma questão pessoal, que pode ser mantida enquanto você se sentir  confortável para o aleitamento.

3) Eu não amamentei e meus filhos estão bem.
Cada mãe decide como alimentar o seu filho. Se uma mãe decidiu amamentar no peito ou com fórmula, ela tem, literalmente, zero a ver com a forma como você alimenta seu bebê. A escolha é sua.

4) Se você está tendo tanta dificuldade em amamentar, apenas dê fórmula ao bebê!
Muitas vezes a adaptação para a mamada não é fácil mas não cabe a ninguém além de você e do pediatra do seu filho, decidirem se está na hora de introduzir ou não um complemento.

5) Alimentar o bebê por demanda vai fazer com que ele fique mimado.
Não existe isso de mimar o bebê com a livre demanda. Alguns recém-nascidos se alimentam com freqüência a cada 1,5 horas. Alguns a cada 3 horas. É bastante normal que alguns recém-nascidos se alimentem de 8 a 12 vezes durante um período de 24 horas. Mimado? Não. Bem nutrido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *