Primeiro Trimestre da Gravidez

Publicado em 10 de julho de 2019 por

O primeiro trimestre começa no primeiro dia do seu último período e dura até o final da semana 12. Isso significa que, quando você tiver certeza de que está grávida, talvez já esteja com cinco ou seis semanas de gravidez! Muito acontece durante esses primeiros três meses. O óvulo fertilizado se divide rapidamente em camadas de células e implantes na parede do seu útero, onde continua crescendo. Essas camadas de células se tornam um embrião, que é como o bebê é chamado nesse estágio. Durante este trimestre, seu bebê cresce mais rápido do que em qualquer outro momento. Até o final da semana 12, os ossos do seu bebê, músculos e todos os órgãos do corpo se formaram. Neste ponto, seu bebê parece um pequeno ser humano e agora é chamado de feto. Ele ou ela começa a praticar engolir!

O aumento desses hormônios em circulação induz diversas mudanças vistas no corpo da mulher durante a gravidez.

As glândulas mamárias começam a aumentar para se preparar para a amamentação.

A musculatura lisa em todos os órgãos fica mais relaxada, evitando contrações uterinas, atrasando o peristaltismo no estômago e no intestino e provocando dilatação das veias – varizes e hemorroidas.

volume sanguíneo aumenta em 50%;

A capacidade dos rins de filtrar o sangue e a produção de urina fica maior;

A flora vaginal se altera, e os corrimentos se tornam mais comuns;

Os ligamentos ósseos ficam mais frouxos, provocando dores pelo corpo e instabilidade dentária;

O útero aumenta de tamanho para comportar o crescimento do embrião e ultrapassa os limites pélvicos, sendo palpável na parte inferior do abdome no final do primeiro trimestre.

Um pequeno ganho de peso (cerca de 500 g por mês) pode ocorrer.

 

Quais os primeiros  sinais de gravidez?
Atraso menstrual;
Aumento da frequência urinária;
Fraqueza e cansaço;
Sono leve;
Dor nas costas;
Náuseas e vômitos;
Aumento do apetite;
Alterações no humor;
Retenção de líquidos;
Necessidade de tomar água mais frequentemente;
Um gosto metálico na boca;
Sensibilidade aos cheiros;
Seios doloridos

 

Cuidados no primeiro trimestre
Tome ácido fólico e vitamina D
O ácido fólico reduz o risco de defeitos do tubo neural do bebê para quase zero. É ideal começar a tomá-lo três meses antes da concepção, mas se for tarde demais para isso, não se preocupe, mas comece a tomar a quantidade diária recomendada e continue até o final do primeiro trimestre (semana 12 da gravidez).

A vitamina D ajuda seu bebê a desenvolver ossos, dentes e músculos saudáveis. Ajuda a regular os níveis de cálcio e fosfato em seu corpo. Você precisa disso para manter seus ossos e dentes saudáveis.

 

Seja ativa
Ser sedentária não é saudável para você e seu bebê. Isso coloca você em maior risco de ganho de peso excessivo, de ter diabetes gestacional, pré-eclâmpsia e varizes e é mais provável que você tenha falta de ar e dor lombar. Se você se exercitou antes de engravidar, pode continuar no mesmo nível, mas ouça seu corpo e diminua a velocidade quando se sentir desconfortável. Se você não se exercitou antes de engravidar, não precisa fazer aulas de ginástica mas é importante ficar ativa. A quantidade recomendada de atividade para mulheres grávidas é de 30 minutos por dia, quatro vezes por semana.

 

Cuide da sua alimentação
Pense no que você come. Além de cuidar da quantidade de calorias para evitar o ganho excessivo de peso, alguns alimentos apresentam um pequeno risco de infecções, como toxoplasmose e outros podem causar intoxicação alimentar, como a salmonela.

É improvável que a contaminação por salmonela seja prejudicial para o seu bebê, mas pode causar uma severa crise de diarreia e vômitos. Alimentos que são mais propensos a transportar salmonela: leite não pasteurizado, ovos crus ou parcialmente cozidos ou alimentos que possam contê-los (como maionese).

A infecção por toxoplasmose é rara, mas se ocorrer pode danificar gravemente o feto. Alimentos que são mais propensos a transportar o parasita toxoplasma: refeições prontas não cozidas ou mal-cozidas, carne crua ou parcialmente cozida, especialmente aves, salada não lavadas e carne curada ou fermentada (estas podem ser seguras congelando ou cozinhando antes de comer).

 

Faça seus exames do início da gravidez
Sangue
Determinar qual seu tipo sanguíneo, para as devidas providências caso o seu fato Rh seja negativo, dosar seus hormônios, anticorpos e o funcionamento da tireóide, detectar possíveis infecções como hepatites, sífilis e HIV, anemia  (como sífilis, HIV, hepatites A, B e C), verificar se você tem anemia, quais os níveis de açúcar no sangue e definir se você corre o risco de contrair doenças como rubéola, citomegalovirose e toxoplasmose.

Urina
Detectar uma eventual infecção urinária e a presença de proteínas que podem indicar tendência a desenvolver pré-eclâmpsia.

Fezes
Investigar a presença de parasitas no intestino que podem provocar, entre outros problemas, anemia.

Ultrassonografia intravaginal
Visualizar o embrião e o saco gestacional, calcular o tempo de gravidez e a data provável do parto. Normalmente, se realizado após a sexta semana, possibilita ainda ouvir os batimentos cardíacos do embrião.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *