Plano de parto; a importância de fazer o seu

Publicado em 11 de fevereiro de 2019 por

No plano de parto a mulher coloca seus desejos tanto para o parto como para o pós-parto (Foto: Bia Takata)

O plano de parto é um documento onde a gestante manifesta os desejos dela do que quer no seu parto e no pós-parto, como os cuidados com o bebê após o nascimento.

Neste papel a grávida pode escrever detalhes como, por exemplo, se deseja se alimentar durante o trabalho de parto, quem será seu acompanhante, se deseja ter liberdade para escolher a posição que vai parir, entre outras informações.

O obstetra do Parto Sem Medo, Alberto Guimarães, conta que incentiva as suas pacientes a fazer o plano de parto com a doula ou a enfermeira obstetra. “A gestante vai manifestar o desejo dela e não está impondo nada. É importante pois ela começa a pensar sobre o parto que deseja ter e buscar mais informações sobre o assunto”, esclarece o médico.

Na semana passada, o Cremerj (Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro) publicou uma resolução onde proíbe os médicos de assinar o plano de parto. “Temos que ter em mente que o plano de parto não é inimigo do médico, mas um aliado para que o profissional saiba o que a paciente deseja. O papel do obstetra é sempre prezar pela segurança da gestante e do bebê e o plano de parto não impede isso”, ressalta o obstetra.

Já fez o seu plano de parto? Converse com seu médico, enfermeira obstetra ou doula.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *