Estudos apontam que grávidas que trabalham à noite podem correr mais risco de ter aborto espontâneo.

Publicado em 4 de junho de 2019 por

A Revista Crescer conversou com o Dr. Alberto,  sobre como a melatonina, hormônio do sono,  pode afetar uma gestação saudável.  De acordo com ele a melatonina, de fato, está ligada ao equilíbrio do organismo. “Ela atua nas membranas celulares e no desenvolvimento. E como desde que há a fecundação acontece a multiplicação celular, a interferência em qualquer mecanismo pode sim levar a alterações. No entanto, não podemos afirmar que os trabalhos noturnos são causas de abortos”, salienta o médico.
Para as gestantes que trabalham a noite, a recomendação do ginecologista é descansar sem remorso e sem culpa. “Se deu vontade de dormir, não exite. Arranje períodos em que possa repousar. Crie um ambiente favorável e escuro para dormir durante o dia. É muito importante manter uma rotina de descanso, especialmente nessa fase”, diz.

Para acessar a matéria completa, clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *