O instinto maternal é o seu maior conselheiro

Publicado em 14 de janeiro de 2021 por

instinto maternal

Olá, mamães! Se vocês estão aqui, com certeza gostam de pesquisar conteúdos que tenham a ver com maternidade, gestação, bebês e criação, não é mesmo? Hoje, eu trouxe uma dica de ouro para todas as pessoas que acompanham este blog: O instinto maternal é o maior conselheiro de todas as mulheres! É isto mesmo, você pode ler mil livros, receber diversos conselhos, enfim, ter todo o conhecimento teórico sobre a maternidade, mas as coisas só serão aprendidas na prática e para que isto aconteça, seu instinto precisa agir.

Como eu sempre digo, cada pessoa é de um jeito e todos nós temos a nossa personalidade e ela nos acompanha desde o início da nossa existência e vai com a gente até o fim da vida. Partindo deste princípio, você, como mãe, deve se acostumar ao ritmo do seu filho e ele ao seu. Este elo é construído com base na rotina dos dois e você como mãe pode e deve dar atenção os seus instintos maternos. São eles que farão você reconhecer os tipos de choro, calcular a hora de trocar ou não a fralda e acordar um pouquinho antes do bebê para dar a mamada da madrugada.

Seu instinto materno não pode ser encontrado em nenhum livro, não tem como comprar, ou passar para alguém. Ele é visceral, nasceu em você quando sua gestação foi descoberta e será aprimorado ao longo da maternidade. Na maioria das vezes quando uma mãe tem dúvidas, ela já sabe a resposta, em grande parte dos casos, seu achismo vem cheio de certezas. Aposte na sua intuição, ouça seu subconsciente, porque ele tem grandes chances de estar falando a verdade.

É importante ressaltar que sim, a troca de informações é super importante, principalmente se tem uma rede de apoio, mas quem sabe como a rotina do seu filho deve ser administrada é você. Aceite conselhos, ouça com atenção e filtre o que julgar necessário, mas não deixe que outras pessoas tomem as rédeas da sua gestação e rotina com o pequeno. Quando tiver dúvidas, ou encontrar um obstáculo que não consiga resolver sozinha, não deixe de pesquisar sobre o assunto e trocar experiências.

No mais, saiba que sempre que precisar de mim, estarei aqui, conversando e disposto a ouvir sobre a sua rotina. Lembre-se que seu filho deve consultar regularmente o pediatra, ok? O acompanhamento com o médico é fundamental para manter a saúde do seu pequeno em dia. Cuidem-se e boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *