Pais Panda – um novo estilo de criar os filhos

Publicado em 22 de agosto de 2019 por

Há um novo  conjunto de pais e mães chegando e sua abordagem é realmente muito diferente. Digam oi para os Pais Panda.

Cunhado pela autora Esther Wojcicki, esse novo estilo parental tem  atraído cada vez mais mães e pais. Mas o que ele é exatamente?

De forma simples, a educação dos Pais Panda consiste em orientar gentilmente o seu filho pequeno  sobre como fazer as coisas, ao invés de resolver os problemas para eles e também dizer não a alguns desejos das crianças, fazendo as esperar por algo, para criar uma personalidade resiliente e menos ansiosa.

Os chamados pais tigres são aqueles que enfrentam tudo primeiro para que seu  filho enfrente depois – retiram os obstáculos do caminho. Os pais águias são os que ficam para trás prontos para intervir a qualquer momento. Já os Pais Panda querem dar aos pequenos a liberdade de fazer as coisas do seu próprio jeito.

Esse modo de educar é predominantemente prático e combina uma mistura de técnicas duras e suaves para oferecer a “proporção perfeita de afeto e garra”.

Os defensores do estilo Panda de ser dizem que esse caminho ajuda os filhos a serem mais independentes, incentivando-os a desenvolver um senso de responsabilidade desde cedo.

Observamos que tanto pais Tigres quanto Águias criam um geração de filhos que não tem a menor ideia de como agir e o que fazer quando se deparam com alguma dificuldade, já que estavam acostumados a ter todos os obstáculos removidos e todos os desejos atendidos imediatamente.

E isso é perigoso pois cria adultos que entram em pânico ou se fecham com a simples ideia do fracasso. A depressão que ronda os adolescentes de todas as classes sociais, é uma consequência desse modo super protetivo de criar os  pequenos.

Os Pais Panda, por outro lado, adotam uma abordagem muito menos estruturada, que eleva a autoestima das crianças, que se vêem capazes de realizar tarefas por si só, tem que resolver pequenos problemas e conflitos com amiguinhos, negociar para conseguir o que querem e ter momentos de brincadeira com os pais,  que tentam ver sempre o lado mais positivo dos acontecimentos. Que tal tentar ser um Pai Panda e observar os resultados?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *